banner-apneia

Apnéia do Sono

A S.A.O.S. é uma doença crônica, com alta taxa de mortalidade, apresentando um conjunto sintomático múltiplo que vai desde o ronco até a sonolência diurna excessiva. É uma doença relativamente comum que atinge cerca de 2% das mulheres e 4 % dos homens na idade adulta. O termo Apnéia refere-se a interrupção da respiração pela boca e/ou nariz por um período maior que 10 segundos. A Apnéia ocorre por uma obstrução das vias aéreas superiores devido ao relaxamento da musculatura da garganta, impedindo a passagem do fluxo de ar.foto01

Como o ar não consegue chegar aos pulmões, a taxa de oxigênio no sangue diminui e o sono é interrompido, os músculos novamente se contraem, abrindo as vias aéreas e permitindo a passagem do fluxo de ar. A pessoa volta a dormir rapidamente sem ter consciência que acordou. Esse processo pode repetir-se dezenas de vezes durante a noite, comprometendo a qualidade do sono.

Ao longo do tempo, a queda dos níveis de oxigênio no sangue pode acarretar problemas graves, como risco aumentado de doenças cardiovasculares (hipertensão, enfarte, acidente vascular cerebral) e até mesmo diabetes, além de aumentar significativamente os riscos de acidentes de trabalho e acidentes de transito devido ao cansaço.

Os principais sintomas da S.A.O.S. são:

  • Sonolência diurna
  • Sono agitado
  • Ronco alto
  • Tosse e engasgo durante o sono
  • Depressão e redução da libido
  • Esquecimento e falta de memória
  • Irritabilidade
  • Cefaléia matinal

Para o diagnóstico da Apnéia do Sono, além da avaliação clinica, utiliza-se um exame chamado Polissonografia, onde são avaliadas varias funções corporais, como: ritmo cardíaco, esforço respiratório, atividade cerebral e níveis de oxigênio no sangue, entre outras. Estes registros permitem ao médico diagnosticar ou descartar a Apneia ou outros transtornos do sono.

Dependendo dos resultados da Polissonografia o medico poderá prescrever o tratamento mais adequado ao nível de Apneia. Em casos mais leves, algumas medidas simples como perder peso, praticar exercícios físicos, evitar consumo de bebida alcoólica e tabaco,  podem ser indicadas para reduzir a ocorrência das apneias. Nos casos mais sérios é necessário um tratamento mais especifico.

A pressão positiva continua (CPAP) nas vias aéreas é o tratamento mais eficaz e com maior comprovação cientifica para a Síndrome da Apneia.

casal_dormindoA pressão positiva provoca a abertura pneumática da via aérea e elimina a apneia. O ajuste do aparelho normalmente é feito durante a Polissonografia para quantificar ou titular a menor pressão que mantenha a passagem de ar, com a pessoa dormindo em todos os estágios.

O aparelho deve ser usado sempre que a pessoa for dormir, na maioria dos casos são suficientes pressões baixas, que são bem toleradas.

O CPAP,  resolve totalmente as apneias se for utilizado durante o tempo total de sono, apresentando uma melhora significativa e rápida no quadro sintomático.

  • Teste:

A sonolência diurna é um dos principais sintomas da S.A.O.S.

Um teste simples e rápido pode sugerir uma investigação mais apurada.

Responda utilizando a escala abaixo a seguinte questão:

  • Qual a possibilidade de você cochilar ou adormecer nas seguintes situações?

Nenhuma chance de cochilar - 0 Moderada chance de cochilar - 2
Pequena chance de cochilar - 1 Alta chance de cochilar - 3

 

  1. Sentado e lendo.
  2. Vendo televisão.
  3. Sentado em lugar público sem atividades como sala de espera, cinema, teatro, igreja.
  4. Como passageiro de carro, trem, ou metrô andando por uma hora sem parar.
  5. Deitado para descansar a tarde.
  6. Sentado e conversando com alguém.
  7. Sentado após uma refeição sem bebida alcoólica.
  8. No carro,  parado por alguns minutos durante o trânsito.

Clique aqui para obter o resultado.